PINGDOM_CANARY_STRING
como fazer um storyboard

Como fazer um storyboard

Tempo de leitura: cerca de 7 minutos

As melhores obras da literatura e na televisão têm enredos complexos que surpreendem a mente. Por exemplo, a série Game of Thrones teve 8 temporadas e pelo menos 52 personagens importantes. Ou O Senhor dos Anéis, uma história tão rica que o autor, J.R.R. Tolkien, escreveu um livro inteiro somente para tratar das genealogias de seus personagens. Ao criar obras complexas, é praticamente impossível organizar tudo que entra e sai da sua mente. 

E vamos te contar um segredinho: nenhum escritor ou diretor mantém todo o enredo em sua cabeça. Tudo é anotado. A criatividade prospera com a organização, mesmo que isso pareça algo contraditório. Portanto, se você é um designer de UX ou gerente de produto e quer entender melhor seus clientes e criar ótimas experiências, saiba que produzirá resultados excelentes se conseguir potencializar os métodos usados por outras figuras visionárias e bem-sucedidas. 

A ferramenta mais usada pelos grandes criadores é o storyboard. 

Vamos mostrar por que uma técnica usada majoritariamente no cinema, televisão e literatura é também uma ótima ferramenta para criar produtos incríveis.

O que é um storyboard? 

O storyboard é um detalhamento quadro por quadro de cada parte do enredo. O resultado final parece algo como uma história em quadrinhos, mas sem diálogo. É uma representação visual de uma jornada. Muitas vezes, contém notas sobre cada passo da jornada junto com as imagens do storyboard. 

Por que usar storyboards em design de UX

O storyboard dá vida à jornada do usuário. Veja por que isso é importante:

Storyboards permitem comunicar visualmente

É muito mais fácil mostrar uma imagem de um crocodilo do que tentar explicar como é um crocodilo. Da mesma forma, é muito mais fácil mostrar como o usuário vai interagir com seu produto do que apenas descrever os passos. É uma maneira mais rápida e clara de apresentar informações, e muito mais fácil de absorver.

Todos conseguem entender sua perspectiva

Quando equipes grandes estão trabalhando no mesmo projeto ou produto, é difícil todos terem a mesma perspectiva. A menos que, claro, você mostre a eles essa perspectiva. Ao usar um storyboard, menos mal-entendidos ou interpretações individuais vão ocorrer. Ou seja, você passa menos tempo explicando e mais tempo criando. 

Storyboards ajudam você a obter apoio e aprovação das partes interessadas

Há um bom motivo pelo qual convenções de arquitetura usam modelos 3D para apresentar ideias aos futuros proprietários: uma coisa é você dizer que vai derrubar a parede entre a sala de estar e de jantar, mas é outra coisa demonstrar a reforma desejada. O mesmo vale para se comunicar com as partes interessadas. Por exemplo, você pode passar horas explicando um novo processo de finalização de compra, ou você pode apresentar uma série de recursos visuais. Quando as partes interessadas conseguem ver suas ideias na prática, elas ficam muito mais tranquilas para conceder aprovações e oferecer recursos para ajudar.

Identifique erros com antecedência

O storyboard ajuda a identificar falhas em seu design rapidamente. Você pode corrigi-las na fase de concepção muito antes de ter que corrigi-las no próprio produto, e isso gera uma grande economia de tempo e dinheiro.

Como criar um storyboard

Agora que convencemos você de que o storyboard é uma ótima ideia, veja como criar o seu próprio:

1. Analise seus dados

Você provavelmente já pesquisou muito sobre seu produto, por exemplo, já fez grupos focais, entrevistas com clientes e enquetes. Use esses dados para dar início ao seu storyboard, em vez de confiar em suposições.

2. Escolha um foco

Diferentes tipos de usuários vão interagir com seu produto de diferentes maneiras. No seu storyboard, foque apenas em um caso de uso e uma jornada do usuário de cada vez. Não há limites para a quantidade de storyboards que você pode criar, portanto, se quiser elaborar um para cada caso de uso, vá em frente.

3. Explique os perfis de usuários

Quem está usando o produto? Que tipo de solução o cliente está buscando? Ao criar perfis de usuários que simulam pessoas reais, fica mais fácil elaborar um storyboard crível e que resolva problemas do mundo real.

4. Identifique pontos de contato importantes

Algumas pessoas preferem listar todos os pontos de interação, mas se você começar com os pontos de contato mais importantes, eles orientarão o resto da jornada do usuário. Recomendamos primeiro criar uma lista em vez de iniciar o storyboard. Caso contrário, você provavelmente terá que mover caixas ao longo do processo. 

5. Mostre o contexto do produto

Vamos supor que você está desenvolvendo um aplicativo de tradução. Em seu storyboard, você pode mostrar um recém-formado do ensino médio fazendo uma viagem ao Marrocos, por exemplo. Você pode mostrá-lo fazendo a mala, chegando ao Marrocos e depois tentando fazer uma compra em uma feira de rua. Em seguida, você mostra como essa pessoa usa o aplicativo para traduzir algo. O storyboard conta toda a história para mostrar como o produto funcionará no mundo real.

como fazer um storyboard

Como o Lucidspark pode ajudá-lo a criar storyboards

Talvez a maior desvantagem dos storyboards seja que, até hoje, eles têm sido usados principalmente para desenhar fisicamente, com lápis e papel. Se errar, você precisa apagar e refazer tudo. Ou, se você tentar criar storyboards com um software básico no computador, provavelmente verá que a maioria das soluções acabam ficando desajeitadas, difíceis de aprender e nada fáceis de compartilhar. 

O Lucidspark é outra coisa. Veja por que é ótimo para criar storyboards de UX:

Facilita iniciar o storyboard 

O Lucidspark orienta você durante todo o processo de criação do storyboard com um modelo de storyboard pronto e fácil de usar. Reorganize suas ideias com facilidade, salve o projeto automaticamente e nunca mais fique frustrado.

Facilita a criatividade de estrutura livre

O Lucidspark não atrapalha, mas aprimora sua criatividade. Muitas vezes, designers passam bastante tempo tentando configurar algum software para que funcione corretamente em vez de usar esse tempo para fomentar grandes ideias. Com o Lucidspark, você documenta seu storyboard de forma intuitiva e uniforme por meio de recursos como notas adesivas on-line e desenho à mão livre.

como fazer um storyboard

É um espaço de trabalho realmente colaborativo

Não é fácil alinhar equipes remotas e espalhadas geograficamente. Enquanto você está criando o storyboard no Lucidspark, outros membros da equipe podem contribuir com ideias em tempo real. Além disso, você pode conversar sobre a solução por meio de comentários, o bate-papo integrado e pode até marcar colegas com @nome. É fácil e divertido colaborar em um storyboard, e ajuda a incentivar um senso de responsabilidade entre todos os envolvidos no projeto. Criar storyboards em tempo real garante que todos conseguirão alinhar-se ao grande escopo do projeto.

Você também pode apresentar um rascunho do storyboard para a equipe e pedir que elaborem melhorias criativas para a experiência do usuário. Por exemplo, voltando ao aplicativo de tradução que mencionamos acima. Talvez o aplicativo também possa ser usado como um conversor de moeda. Os storyboards dão vida ao produto e isso ajuda sua equipe a inovar.

Seu projeto, da concepção ao produto final

Com o storyboard pronto, você pode criar um mapa de história do usuário e outros ativos para começar a colocar tudo em prática e finalmente desenvolver a UX. O storyboard também pode ser usado para ajudar a determinar as características mais importantes de um produto e suas dependências. Mesmo que o storyboard possa parecer um passo extra, vale muito investir seu tempo para dar vida ao seu produto e à jornada do usuário.

illustration of people working together

Agora que você aprendeu a criar storyboards, experimente o nosso modelo de storyboard no Lucidspark.

Experimente agora mesmo

Experimente um modelo de storyboard no Lucidspark para aprender a usá-lo e criar seu próximo produto.

Iniciar

Bastante acessado

Zoom’s Lucidspark Zoom App integration

Enriched collaboration with Lucidspark and Zoom

Sobre Lucidspark

O Lucidspark é um quadro branco virtual que ajuda você e sua equipe a colaborar e colocar em prática as suas melhores ideias. Ele vem com todas as notas adesivas, ferramentas de desenho à mão livre e espaço infinito na tela de desenho de que você precisa para registrar e desenvolver ideias. E ele foi criado especificamente para a colaboração. É um espaço de trabalho onde sua equipe pode discutir ideias e inovar junta em tempo real.

Trazido a você pelos criadores da Lucidchart, com a confiança de 25 milhões de usuários em todo o mundo, incluindo 99% da Fortune 500.

Português
EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañolNederlandsPусскийItaliano
PrivacidadeJurídico
© 2021 Lucid Software Inc.