PINGDOM_CANARY_STRING
O Design Thinking visual

Visual Thinking x Design Thinking: como unir ambos

Tempo de leitura: cerca de 7 minutos

A autora best-seller Louise Hay disse: “Eu não resolvo meus problemas, eu corrijo meus pensamentos. Então os problemas se resolvem sozinhos.” Essa frase pode ser aplicada a qualquer tipo de circunstância, inclusive quando você não tiver certeza do que seus clientes querem de seu produto. Talvez você só precise de uma nova forma de olhar para o problema.

Vamos falar sobre duas formas de pensar, o Visual Thinking e o Design Thinking, e a maneira como ambos os métodos se complementam para ajudá-lo a projetar e criar produtos que vão satisfazer seus clientes.

O que é Visual Thinking?

Tente se lembrar da última vez que você passou por um semáforo. Você provavelmente processou a cor, a forma ou os ícones no semáforo antes de qualquer palavra, se é que tinha alguma. Os semáforos demonstram o poder que as formas visuais têm para comunicar uma ideia rapidamente.

As partes interessadas não estão entendendo sua descrição de um design de arquitetura de nuvem? Faça um desenho para explicar o que você está pensando. E você não precisa ser artista. Desenhar formas e linhas básicas são o suficiente para dar um significado a ideias complexas que somente palavras não conseguiriam expressar corretamente.

A maioria de nós já pensou de forma visual naturalmente. Elementos visuais ajudam a processar informações mais rapidamente e a lembrar de informações por mais tempo. Eles também ajudam a organizar e formar ideias, o que facilita para o público seguir sua linha de raciocínio.

Ferramentas comuns usadas no Visual Thinking incluem desenhos em quadros brancos ou em papel (físico ou virtual), fluxogramas, apresentações de slides e assim por diante. Essas ferramentas de visualização ajudam a esclarecer as informações apresentadas para ajudar seu público a fazer perguntas e sugestões melhores, e também a colaborar com mais propriedade.

O que é Design Thinking?

O Visual Thinking é o processo de usar imagens para organizar pensamentos e formar novas ideias, e o Design Thinking é um processo estabelecido usado para solucionar problemas específicos. Ele ajuda a entender melhor seus clientes e os pontos problemáticos deles, o que ajuda você a criar entregas que resultam em uma experiência de usuário positiva.

O processo de Design Thinking inclui as cinco fases abaixo:

  • Empatia: crie um design com os usuários em mente. Não adivinhe o que eles querem ou o que estão pensando — encontre-se com eles e faça perguntas. Conheça seus usuários primeiro para então entender seus problemas. 
  • Defina o problema: use as informações obtidas de seus clientes para definir o problema que precisa ser corrigido.
  • Gere ideias: faça um brainstorming de ideias que poderão solucionar o problema que você identificou. Registre todas as ideias, sejam elas boas, ruins, complexas ou simples, para poder explorar as opções por inteiro e priorizar a solução certa. 
  • Crie um protótipo: depois de selecionar as melhores soluções, crie alguns protótipos, observe sua funcionalidade e o fluxo e determine qual solução deverá ser desenvolvida.
  • Faça testes: lance a melhor solução e faça testes abrangentes.

Esse processo deve ser repetido sempre que for necessário. É um processo iterativo e não linear — talvez seja preciso realizar a fase de testes e depois voltar para a fase de definição, ou outras alternativas. E é possível que você tenha que realizar muitas iterações antes de lançar uma solução que funcione bem para a maioria das pessoas.

Como usar elementos visuais no processo de Design Thinking

É fácil ver como o Visual Thinking pode ajudar e melhorar o processo de Design Thinking. Designers que pensam de forma visual podem fazer conexões, revelar novas informações e entender melhor suas pesquisas de usuário e soluções propostas a fim de se comunicar com mais praticidade com os membros da equipe, os gerentes e outras partes interessadas.

Em cada fase do processo de Design Thinking, elementos visuais podem ser usados para elaborar ideias e ajudar as pessoas a entenderem o que você está tentando fazer. 

Empatizar

O Visual Thinking ajuda você a compreender melhor seus clientes e como eles usam seus produtos. Suas visualizações podem ser de alta ou baixa tecnologia de acordo com sua preferência. Aquilo que oferece uma imagem mais clara da experiência do usuário é a solução certa para você.

Com isso em mente, veja algumas dicas que você pode experimentar.

Crie um mapa de empatia

Desenhe o mapa de empatia em um formato de quadrado e coloque o cliente no centro. Divida o quadrado em quatro quadrantes que analisam o que o cliente diz, pensa, sente e faz. O mapa ajuda você a focar no que o cliente precisa e a organizar seus dados de pesquisas em uma apresentação visual fácil de ler.

mapa de empatia
Exemplo de mapa de empatia (clique na imagem para modificar on-line)

Crie perfis de usuário

Este exercício de criar perfis de usuário ajuda a entender seu público-alvo ao criar uma representação do seu cliente ideal. Por meio de um processo de observação do comportamento e de entrevistas atuais do cliente, você pode descobrir quem ele é, qual seu principal objetivo e quais barreiras impedem que ele atinja esse objetivo.

Mapa de perfil do usuário
Exemplo de perfil de consumidor (clique na imagem para editar on-line)

Crie mapas da jornada do cliente

Um mapa da jornada do cliente oferece, de maneira visual, informações sobre seus clientes e as interações e experiências deles com seus produtos e serviços. Os clientes interagem com seus produtos e sua marca por e-mail, mídias sociais, vitrines on-line, lojas físicas etc. 

Criar um mapa visual dessas interações a partir da perspectiva do cliente fornece informações sobre a experiência geral do cliente e ajuda a incluir todos no seu processo.

mapa da jornada do cliente
Exemplo de mapa da jornada do cliente (clique na imagem para editar on-line)

Defina o problema

Existem diversos recursos visuais que você pode usar para identificar o problema que precisa ser solucionado. A melhor ferramenta é aquela que ajuda você a gerar ideias, identificar padrões e fazer conexões relevantes. Visualizar informações esclarece o problema para você e todas as partes interessadas.

Diagrama de causa e efeito (também conhecido como espinha de peixe ou diagrama de Ishikawa)

Este diagrama ajuda a categorizar as possíveis causas de um problema e a identificar a causa raiz. O brainstorming e a análise ajudam a encontrar uma solução para a causa raiz do problema.

Mapas mentais

O mapa mental é uma ótima ferramenta para fazer brainstorming, e coletar e organizar dados. O diagrama geralmente é criado a partir de um conceito central desenhado na tela de desenho. A partir daí, você pode elaborar ramificações com ideias relacionadas, e cada uma pode ser expandida em ideias adicionais associadas ao conceito central. É uma forma de fazer brainstorming visual sem aderir a uma estrutura rígida.

Mapas de estados atual e futuro

Mapeie o estado atual de seus clientes de forma visual. Como eles estão interagindo com seu produto atualmente? Estão usando-o de forma prática? Eles sentem falta de recursos importantes que poderiam economizar tempo? Estão encontrando obstáculos? Depois de coletar dados do estado atual, crie um mapa para mostrar como o produto precisa evoluir para atender as necessidades e preocupações dos clientes.

Colabore no quadro de ideias

Como o nome sugere, um quadro de ideias é um lugar para registrar ideias. Podem ser quadros brancos ou paredes de vidro em salas de reunião, ou murais virtuais que podem ser acessados na nuvem.

Gere ideias

Na fase de geração de ideias, esboçar, rabiscar ou até mesmo anotar e agrupar ideias em notas adesivas acaba ativando uma outra parte do seu cérebro e ajuda a enxergar as informações mais importantes.

Tente usar um quadro branco digital com seus colegas de equipe para mantê-los envolvidos no processo e gerar ideias mais criativas e originais durante a concepção.

illustration of people working together

Confira essas dicas para aproveitar suas sessões de geração de ideias ao máximo. 

Ler mais

Protótipo

Wireframes e outras maquetes visuais são ótimos para criar um protótipo de sua ideia, garantir que ela funcionará na prática, terá um bom fluxo e fará sentido para os clientes.

Um protótipo visual oferece uma boa ideia de como seu produto funcionará. Pode ser simplesmente um esboço em um pedaço de papel, ou um wireframe criado em uma tela digital. O wireframe usa formas e linhas simples para indicar botões, ações e o fluxo geral da interface.

Exemplo de wireframe de celular (clique na imagem para modificar on-line)

Testes

Durante a fase de testes, recursos visuais podem ser usados para gerar ideias e ajustar e aprimorar o produto. 

Experimente o Lucidspark, um quadro branco digital e versátil que permite compartilhar e gerar ideias em tempo real e de qualquer lugar do mundo. A natureza colaborativa do Lucidspark permite trabalhar com seus colegas de equipe e focar nas melhores ideias que solucionarão os pontos problemáticos dos seus clientes. Em seguida, importe as melhores ideias para o Lucidchart e crie fluxos de trabalho, wireframes e outros documentos visuais para colocar seus conceitos em prática.

illustration of people working together

Use o Lucidspark para dar uma forma visual ao seu Design Thinking. Crie uma conta hoje mesmo.

Comece já

Use o Lucidspark para unir o Design Thinking com o Visual Thinking.

Crie uma conta hoje mesmo

Bastante acessado

Zoom’s Lucidspark Zoom App integration

Colaboração aprimorada do Lucidspark com o Zoom

Sobre o Lucidspark

O Lucidspark é um quadro branco virtual que ajuda você e sua equipe a colaborar e colocar em prática as suas melhores ideias. Ele vem com todas as notas adesivas, ferramentas de desenho à mão livre e espaço infinito na tela de desenho de que você precisa para registrar e desenvolver ideias. E ele foi criado especificamente para a colaboração. É um espaço de trabalho onde sua equipe pode discutir ideias e inovar junta em tempo real.

Produzido pelos criadores do Lucidchart, a plataforma utilizada por milhões de usuários em todo o mundo, incluindo 99% das empresas da Fortune 500.

Português
EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañolNederlandsPусскийItaliano
PrivacidadeJurídico
© 2021 Lucid Software Inc.