PINGDOM_CANARY_STRING
Metodologia Ágil

Metodologia Ágil: o que é, como funciona e por que é importante

Tempo de leitura: cerca de 10 minutos

Hoje em dia, as organizações estão constantemente buscando maneiras de acompanhar a velocidade e evolução da tecnologia e dos mercados. E quando se trata de velocidade, as equipes de desenvolvimento precisam ser ainda mais ágeis e flexíveis do que nunca. 

E a metodologia Ágil pode ajudar.

Leia mais para aprender sobre a metodologia de desenvolvimento Ágil e como ela pode ajudar sua equipe a oferecer produtos cada vez melhores, mais rápidos e sólidos.

O que é a metodologia Ágil?

A metodologia Ágil foi criada por um grupo de desenvolvedores de software que buscavam uma abordagem melhor para o processo tradicional de desenvolvimento, pois era muito complicado e burocrático devido à quantidade de requisitos de documentação. 

Em um documento inicial chamado Manifesto Ágil, o grupo estabeleceu 4 valores e 12 princípios para orientar a filosofia Ágil: 

4 valores do método Ágil

  • Indivíduos e interações acima de processos e ferramentas.
  • Software funcional é melhor que uma documentação abrangente.
  • Colaboração com o cliente acima da negociação de contratos.
  • Responder a mudanças em vez de seguir um plano.

Ao atender às necessidades dos clientes e adaptar-se às mudanças com mais eficiência, esses valores ajudam a mobilizar um processo de desenvolvimento que resulta em produtos de qualidade e clientes satisfeitos.   

12 princípios da metodologia Ágil

  1. Satisfazer o cliente por meio da entrega adiantada e contínua de software de valor.
  2. Aceitar e aproveitar as mudanças em favor da vantagem competitiva do cliente, mesmo em fases tardias do desenvolvimento.
  3. Entregar software funcional com frequência, desde a cada duas semanas até a cada dois meses, com uma preferência por prazos mais curtos.
  4. Realizar colaborações diárias entre administrativo e desenvolvedores ao longo do projeto.
  5. Desenvolver projetos com pessoas motivadas. Crie um ambiente propício e ofereça o suporte necessário para os desenvolvedores, e confie neles para cumprir o trabalho.
  6. Priorize diálogos presenciais para transmitir informações entre a equipe de desenvolvimento da forma mais eficiente e prática.
  7. Mensure o progresso e andamento pela quantidade de software funcional concluído.
  8. Mantenha um ritmo constante e sustentável de desenvolvimento.
  9. Aumente a agilidade por meio de uma atenção contínua à excelência técnica e ao bom design.
  10. Foque na simplicidade. A simplicidade — a arte de maximizar a quantidade de trabalho não realizado — é essencial.
  11. As melhores arquiteturas, além dos melhores requisitos e designs, surgem de equipes que se organizam.
  12. Reflita sobre seus procedimentos e otimize-os para uma melhoria contínua. 

Esses valores e princípios do método Ágil representam uma filosofia global que pode ser (e é) aplicada a inúmeras estruturas e metodologias de desenvolvimento de software e de outros processos de gerenciamento de projetos.

Ao seguir esses valores e princípios orientadores, a mentalidade Ágil prioriza a flexibilidade e facilita adaptar-se a mudanças em ambientes incertos. Isso torna o método Ágil uma filosofia bastante usada por ajudar equipes a fornecer produtos mais rapidamente, e atender melhor as necessidades dos clientes, usuários e empresas. 

Os benefícios da metodologia Ágil

O método Ágil é cada vez mais usado por líderes de empresas e desenvolvedores, e por ótimos motivos. 

Veja alguns dos principais benefícios do gerenciamento de projetos e desenvolvimento Ágil:

Maior envolvimento e colaboração com as partes interessadas 

O Ágil promove um alto nível de informações e colaboração entre o cliente e a equipe de desenvolvimento. Isso gera clientes mais felizes porque há mais transparência durante todo o processo e os desenvolvedores ficam mais bem informados sobre as necessidades e os desejos do cliente. 

Custos previsíveis e cronogramas

Ao organizar o processo de desenvolvimento em sprints iterativos, os gerentes de projetos podem estimar custos e definir cronogramas claros e previsíveis com mais precisão. Isso deixa as partes interessadas mais satisfeitas porque sabem o que esperar e podem planejar orçamentos e estratégias de marketing com mais precisão. Também facilita o processo de desenvolvimento para as equipes, ajudando-as a entregar resultados de forma rápida e confiável, e testar software com frequência quanto à sua qualidade e eficácia. 

Flexibilidade em meio a mudanças

O gerenciamento Ágil de projetos ajuda as equipes a se adaptarem à mudanças rapidamente, reduzindo os custos. O método Ágil permite que as equipes se adaptem à mudanças nas necessidades dos clientes, mudanças nas demandas do mercado ou à evolução dos requisitos de produtos. Portanto, as equipes têm maior flexibilidade para voltar a otimizar e priorizar o backlog de produto para sempre fornecerem produtos relevantes e de alta qualidade dentro do prazo e orçamento.

Produtos com mais qualidade

O desenvolvimento Ágil de produtos inclui testes regulares no processo de desenvolvimento. Isso facilita para o proprietário do produto identificar problemas desde o início e fazer ajustes conforme necessário. O resultado: produtos com mais qualidade, relevantes e cuidadosamente desenvolvidos.

Menos riscos e ROI mais rápido

A metodologia Ágil reduz riscos porque faz testes com frequência e permite mudanças no meio do desenvolvimento. Ao iterar um projeto passo a passo (em vez de avançar com um plano de projeto rígido de ponta a ponta), as equipes poderão criar produtos viáveis com mais previsibilidade. Caso surja um problema no meio do projeto, elas podem se ajustar rapidamente em vez de descobrir no final do projeto que há problemas.

Além disso, como o Ágil foca mais no usuário, as equipes Ágil tomam decisões baseadas em histórias de usuários, feedback de testes e opiniões dos clientes durante todo o processo. Isso garante que cada recurso não seja apenas um componente funcional de TI, mas um produto valioso para o consumidor final.

Juntos, esses processos minimizam os riscos e ajudam as equipes a entregar valor mais rapidamente, resultando em um ROI mais rápido.     

Passos da metodologia Ágil

Há 6 fases no ciclo de vida Ágil:

1. Conceito

O primeiro passo do método Ágil é determinar e priorizar projetos. Trabalhe junto com sua equipe e as partes interessadas para fazer brainstorming, identificar oportunidades de negócios e calcular prazos e custos para concluir cada projeto. Você poderá determinar quais projetos são viáveis e mais valiosos e, em seguida, priorizar o backlog do projeto.

2. Concepção

Depois de determinar qual será seu projeto, o próximo passo é descobrir como vai concluí-lo. Quem são as pessoas de que você precisa na sua equipe? Quais os requisitos iniciais do cliente? Crie um diagrama para definir as responsabilidades da equipe e determinar o que precisa ser feito em cada Sprint. 

3. Iteração

Com o projeto inicial definido e aprovado, a equipe de desenvolvimento pode começar a trabalhar na primeira iteração. 

O fluxo de trabalho básico durante essa fase inclui:

  • Requisitos — confirme os requisitos com base no backlog do produto e na opinião das partes interessadas.
  • Desenvolvimento — desenvolva o produto com base em requisitos definidos. 
  • Testes — realize testes de controle de qualidade para validar os recursos e identificar problemas.
  • Entrega — crie um produto funcional. 
  • Opiniões — obtenha opiniões dos clientes e partes interessadas para definir os requisitos da próxima iteração.

4. Lançamento

Depois de várias iterações, é hora de lançar um produto final. Durante a fase de lançamento, você realizará testes finais e garantias de qualidade para identificar erros e defeitos e finalizar a documentação do usuário antes de iniciar a produção do produto.

5. Produção

Seu produto agora está no mundo! A fase de produção significa que seu produto está operacional. Sua equipe fornecerá monitoramento e suporte contínuos para manter tudo funcionando uniformemente e garantir que os usuários saibam como usar o sistema. 

6. Descontinuar

Quando seu sistema estiver desatualizado, desnecessário ou pronto para ser substituído, ele entrará na fase de descontinuação. Essa fase inclui todas as atividades de fim de vida útil, como notificar os clientes e migrar o sistema para encerrar a produção.    

Exemplos de metodologia Ágil 

Ágil é uma filosofia orientadora que pode ser aplicada a diversos modelos de desenvolvimento. Veja os quatro tipos mais usados de metodologias Ágil: 

Scrum 

O Scrum é uma estrutura Ágil focada no trabalho multifuncional em equipe, responsabilidade e iteração para desenvolver, entregar e oferecer suporte a produtos complexos. É usado principalmente no desenvolvimento de software, mas seus princípios também podem ser aplicados a outras equipes de gerenciamento de projetos. 

A estrutura do Scrum é organizada em funções, eventos e artefatos importantes:

Funções do Scrum: 

  • Proprietário do produto
  • Mestre Scrum
  • Equipe de desenvolvimento Scrum

Eventos Scrum: 

  • Scrum diário
  • Reunião de planejamento Sprint 
  • Revisão da sprint
  • Retrospectiva da sprint

Artefatos Scrum:

  • Backlog de produtos
  • Backlog do Sprint
  • Incremento (ou meta Sprint)

Equipes Scrum usam ferramentas como quadros de tarefas Scrum para organizar tarefas e sprints e ajudar membros de equipes a visualizar o status atual dos projetos. 

Kanban

O Kanban é um modelo Ágil feito para ajudar as equipes a trabalharem juntas e de forma mais eficiente. Ele segue três diretrizes:

  • Visualize seu fluxo de trabalho.
  • Limite a quantidade de trabalho em andamento.
  • Organize o fluxo de trabalho de acordo com a prioridade.

Ao contrário do Scrum, o Kanban não tem funções predefinidas ou sprints com prazos. Em vez disso, o Kanban foca em ciclos mais curtos para uma entrega e transparência mais rápidas durante o desenvolvimento, para que todos saibam quem é responsável pela tarefa, e os prazos. 

Com ferramentas como o quadro Kanban on-line, membros de equipes podem contribuir com ideias, alterar status de tarefas e acompanhar o andamento de projetos, favorecendo um trabalho unido mais eficiente e prático. 

Poder visualizar o processo ajuda todos a se alinharem ao projeto e garante que os esforços estejam focados em trabalhos com alta prioridade e impacto. 

quadro Kanban
Exemplo de quadro Kanban (clique na imagem para modificar on-line)

Extreme Programming (XP)

A XP é a estrutura Ágil mais específica disponível para práticas de desenvolvimento de software. Seu objetivo não é apenas criar software de alta qualidade, mas também facilitar todo o processo para a própria equipe de desenvolvimento. A XP valoriza a comunicação, as opiniões, a simplicidade, a coragem e o respeito. 

É melhor aplicada quando

  • Existem requisitos que mudam constantemente
  • As equipes têm prazos curtos
  • As partes interessadas querem reduzir os riscos em relação aos prazos
  • As equipes podem automatizar testes unitários e funcionais

Desenvolvimento orientado por recursos

Desenvolvimento dirigido por funcionalidades (Feature Driven Development, FDD) é uma ferramenta de metodologia Ágil centrada no cliente e voltada para o desenvolvimento incremental e a geração de relatórios de status em todos os níveis. Essa abordagem ajuda a evitar duas das maiores barreiras no desenvolvimento de software: a confusão e o retrabalho. 

O FDD segue cinco passos básicos:

  • Desenvolver um modelo geral
  • Criar uma lista de recursos
  • Planejar de acordo com o recurso
  • Criar designs de acordo com o recurso
  • Construir de acordo com o recurso

O FDD é um modelo escalável que oferece recursos em um período de tempo muito mais curto do que outras estruturas Ágil. Por exemplo, em vez de um ciclo típico de iteração de 4 semanas no Scrum, o FDD entrega recursos entre 2 e 10 dias. Isso facilita para as equipes rastrearem e identificarem erros, se adaptarem às solicitações dos clientes e atualizarem os novos membros da equipe rapidamente.  

O melhor do Ágil é ser considerado mais como uma orientação do que efetivamente uma regra. Portanto, seja qual for a metodologia Ágil que você segue, certifique-se de que ela atende às necessidades de sua equipe e dos clientes. Afinal, o objetivo do Ágil é ajudar as equipes a trabalhar melhor e com mais rapidez. Descubra o que é melhor para você, e siga em frente.

illustration of people working together

Aprimore suas reuniões retrospectivas de Sprint com essas dicas.

Veja como

Aprimore suas reuniões retrospectivas de Sprint com essas dicas.

Veja como

Bastante acessado

Zoom’s Lucidspark Zoom App integration

Colaboração aprimorada do Lucidspark com o Zoom

Sobre o Lucidspark

O Lucidspark é um quadro branco virtual que ajuda você e sua equipe a colaborar e colocar em prática as suas melhores ideias. Ele vem com todas as notas adesivas, ferramentas de desenho à mão livre e espaço infinito na tela de desenho de que você precisa para registrar e desenvolver ideias. E ele foi criado especificamente para a colaboração. É um espaço de trabalho onde sua equipe pode discutir ideias e inovar junta em tempo real.

Produzido pelos criadores do Lucidchart, a plataforma utilizada por milhões de usuários em todo o mundo, incluindo 99% das empresas da Fortune 500.

Português
EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañolNederlandsPусскийItaliano
PrivacidadeJurídico
© 2021 Lucid Software Inc.