PINGDOM_CANARY_STRING
Análise estratégica

Use recursos visuais para melhorar sua análise estratégica

Tempo de leitura: cerca de 7 minutos

Pense na última vez que você foi ao dentista. Se você tivesse uma cárie, há uma boa chance de o dentista ter mostrado o raio-x de seus dentes, apontado para o círculo branco marcando a cárie no dente e, em seguida, sugerido gentilmente que você usasse fio dental com mais frequência. Há uma razão pela qual o dentista mostrou o raio-x: é muito mais rápido e fácil para você entender uma imagem do que entender o jargão odontológico. 

Por que isso é importante? Porque não usar recursos visuais na análise estratégica dói muito mais do que uma boca cheia de cáries.

Os recursos visuais são absolutamente cruciais na análise estratégica. Neste post, explicaremos os fundamentos da análise estratégica, por que os recursos visuais são imperativos e quais desses recursos são os melhores para incorporar em sua própria análise estratégica. 

Fundamentos da análise estratégica

Análise estratégica soa tão interessante quanto, deixe-me ver, ir ao dentista. Mas isso só se você pegar esse nome tão desinteressante e julgar o livro pela capa: por trás do nome estéril há um mundo de insights, possibilidades, oportunidades de mitigação de riscos e potenciais. 

A análise estratégica é uma abordagem que ajuda as organizações a explorar oportunidades de crescimento, enfrentar desafios do setor e tomar melhores decisões de negócios. A análise estratégica visa ajudar as organizações a planejar o futuro, analisando os processos, a tecnologia e as capacidades atuais da organização. É uma visão holística do negócio, de dentro para fora, e é uma abordagem que pode ajudar a tornar a organização mais saudável de modo geral. 

A análise estratégica é a “razão antes da emoção”. Em outras palavras, ajuda as empresas a analisar os fatos em vez de confiar em suposições sobre tudo, de tecnologia à posição no mercado. A análise estratégica é uma ferramenta valiosa que pode ajudar as empresas a chegarem onde querem estar, com base em onde estão no momento. É uma verificação da realidade que pode ajudar a fundamentar todos no negócio.

Por que os recursos visuais são úteis para análises estratégicas

Se o seu dentista começasse a falar com você sobre quadrantes e oclusão, você provavelmente não teria ideia do que estaria falando. É aí que entra o raio-x. Os recursos visuais são úteis por oferecerem clareza. Quando seu público pode ver uma representação visual do seu trabalho, fica muito mais fácil para entenderem o que você está dizendo. 

Aqui estão alguns dos benefícios de incorporar recursos visuais à sua análise estratégica:

Torne os números interessantes — Os números por si só não são interessantes; é o que eles representam que pode ser fascinante. Ao adicionar recursos visuais sobre o significado dos números, seu público pode primeiro entender e então se importar. 

Por exemplo, se você estiver fazendo uma apresentação sobre o Lucro operacional antes da depreciação e amortização (OIBDA), seu público provavelmente cairá no sono antes de você chegar às partes mais emocionantes da análise financeira. Em vez disso, exiba gráficos que colocam os números em contexto ou projeções do que poderia acontecer. Você dizer aos acionistas que 70% do orçamento operacional vai para a compra de pizza dos happy hours causa menos impacto do que exibir um gráfico de pizza que demonstre o tamanho da fatia que vai para... bem, a compra de pizza. Os recursos visuais ajudam as pessoas a investir no que você está dizendo e a entender o que os números realmente significam.

Coloque tudo em contexto — Uma coisa é falar sobre um furacão e outra coisa é mostrar os estragos causados por esse furacão. Quando você usa recursos visuais com sua análise estratégica, seu público pode entender melhor por que a análise é importante para a empresa. Os gráficos de linha são especialmente eficazes para isso, e é por isso que os acionistas baseiam-se neles para entender suas posições no mercado. 

Eles deixam você bem na fita — A qualidade conta muito. Se você é responsável pela análise estratégica, não se trata apenas de quão boa é sua análise, mas de quão bem você apresenta essa análise a outras pessoas. Seu trabalho será visto de forma mais favorável se for apresentado de um modo acessível e que atraia seu público e deixe seu trabalho ser facilmente compreendido. 

Diagramas comuns para a análise estratégica

Geralmente, há outra maneira pela qual os recursos visuais podem ajudar você a realizar análises estratégicas: existem diagramas comuns que atuam como guias, mostrando as melhores maneiras de apresentar suas descobertas. Ao usar esses diagramas comuns, você não precisa criar uma nova maneira excelente de exibir seus dados: basta inserir as informações em diagramas que são comprovadamente úteis.

1. Análise SWOT — SWOT, pela sigla em inglês, significa pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças. Esse diagrama distribui as descobertas nos resumos de alto nível mais importantes para cada uma dessas quatro áreas. Só de passar o olho, o público pode reconhecer de imediato as áreas importantes nas quais precisa se concentrar.

Ótimo para: desenvolver uma estratégia de negócios de longo prazo com base no que sua empresa faz ou não faz bem.

Análise SWOT
Exemplo de análise SWOT (clique na imagem para modificar on-line)

2. Análise PEST — PEST vem de política, econômica, social e tecnológica. Esse diagrama mostra sua empresa através da lente de quatro impactos importantes dos negócios. Um diagrama PEST ajuda as organizações a entender as forças externas que podem crescer ou atrapalhar os negócios, e é útil para mostrar o potencial do negócio de fora para dentro.

Ótimo para: examinar o potencial do seu negócio ou entender o que poderia levar ao crescimento ou declínio de uma empresa.

3. Cinco forças de Porter — Esse diagrama analisa cinco forças de poder dentro do seu negócio e onde está atualmente a posição competitiva da sua empresa. Ao examinar o poder do fornecedor, a rivalidade competitiva, as ameaças de produtos substitutos, o poder do comprador e as ameaças de entradas de concorrentes, você pode determinar onde sua empresa se situa no mercado.

Ótimo para: entender o que acontece se sua empresa levar um novo produto ao mercado ou implementar uma nova estratégia ou ramificações em uma praça diferente. 

4. Matriz BCG — A matriz BCG é uma matriz de participação no crescimento e examina o ciclo de vida dos produtos. Ela é útil para empresas que desejam entender o desempenho de seus produtos: produtos com baixo crescimento e alta participação são mais valiosos, e produtos com baixo crescimento e baixa participação apresentam baixo desempenho.

Ótimo para: saber em quais produtos focar e quais tirar de linha.

5. Roadmaps — Os Roadmaps (mapas de estrada) não servem apenas para carros: eles também podem ser inestimáveis para empresas. Os roadmaps mostram exatamente como sua empresa precisa chegar onde quer chegar, e são formatados de uma forma clara e concisa para que qualquer pessoa possa entender. 

Os roadmaps são ótimos para unir grupos diferentes em toda a organização; afinal, é mais fácil fazer com que todos concordem com uma estratégia que aponta para um destino final onde todos desejam chegar. O roadmap é um recurso visual especialmente envolvente por ser altamente motivador. Quando seu público pode ver qual poderia ser o ponto final, eles ficam dispostos a trabalhar mais para chegar lá.

Ótimo para: compartilhar uma visão de longo prazo, definir prioridades e definir uma meta clara.

Roadmap
Exemplo de roadmap (clique na imagem para modificar on-line)

Revisite sua análise ao longo do tempo

Sua análise estratégica não está gravada em pedra. Com o passar do tempo, você deve revisitá-la e revisá-la para garantir que ela ainda esteja funcionando para sua organização. Considere, por exemplo, a importância do trabalho remoto. Enquanto o mundo passa por grandes mudanças, sua análise estratégica provavelmente também terá que mudar. Você pode achar que as descobertas anteriores precisam ser completamente descartadas, e isso não é um problema. 

Ser flexível e variar de acordo com o mercado manterá sua empresa saudável. Se você tem medo de questionar descobertas anteriores, pode achar que seu negócio é menos resiliente. A análise estratégica é um processo fluido, então esteja à vontade com a mentalidade “isso é verdade agora, mas pode não ser verdade daqui a cinco anos”. Essa é a melhor maneira de oferecer a análise mais valiosa para o seu negócio.

pesquisas de mercado

Agora que você sabe como os recursos visuais ajudam a melhorar sua análise, é hora de conduzir sua própria sessão de planejamento estratégico pelo Lucidspark.

Comece hoje mesmo

Faça sua próxima sessão de planejamento estratégico no Lucidspark.

Experimente agora mesmo

Bastante acessado

Zoom’s Lucidspark Zoom App integration

Colaboração aprimorada do Lucidspark com o Zoom

Sobre o Lucidspark

O Lucidspark é um quadro branco virtual que ajuda você e sua equipe a colaborar e colocar em prática as suas melhores ideias. Ele vem com todas as notas adesivas, ferramentas de desenho à mão livre e espaço infinito na tela de desenho de que você precisa para registrar e desenvolver ideias. E ele foi criado especificamente para a colaboração. É um espaço de trabalho onde sua equipe pode discutir ideias e inovar junta em tempo real.

Produzido pelos criadores do Lucidchart, a plataforma utilizada por milhões de usuários em todo o mundo, incluindo 99% das empresas da Fortune 500.

Português
EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañolNederlandsPусскийItaliano
PrivacidadeJurídico
© 2021 Lucid Software Inc.