PINGDOM_CANARY_STRING
design sprint

Como fazer um design sprint no Lucidspark

Tempo de leitura: cerca de 7 minutos

A maioria das equipes, designers e engenheiros de produtos, e qualquer pessoa que trabalha com desenvolvimento de produtos, sabe o que é um design sprint. E a maioria, de fato, já participou de um. E por que o design sprint é um processo usado de forma tão abrangente para solucionar problemas? 

A resposta é simples: os design sprints são eficazes. 

Não tem segredo. Eles oferecem uma estrutura fácil de seguir para tratar e solucionar problemas rapidamente. E funcionam muito bem. A chave para fazer um design sprint bem-sucedido é a colaboração: receba informações de toda a sua equipe, avalie cada ideia em grupo e selecione o melhor caminho a ser seguido.

Na pandemia, muitas equipes passaram a trabalhar de casa, o que deveria interromper seus fluxos de trabalho, não é? Não necessariamente. Na Lucid, um dos nossos gerentes de produto (e toda a sua equipe) passaram a usar o Lucidspark como ferramenta on-line de planejamento de sprints para fazer sprints de design, o que fez da atividade algo ainda mais envolvente do que se fosse de forma presencial. 

Nesta publicação, vamos mostrar o processo que eles utilizaram.

As 5 fases do design sprint

Antes de explicar o processo usado pela nossa equipe de produtos, vamos falar do básico: como é feito um design sprint? (Vamos mostrar uma visão geral rápida, mas se você não conhece nada sobre design sprint, recomendamos ler esta publicação primeiro.) 

Design sprints são divididos em cinco etapas, e cada uma corresponde a um dia da semana de trabalho: 

1. Entender

Antes de abordar um problema, você precisa entender todos os seus detalhes. Nesta fase, sua equipe mapeia o problema, lista as metas de longo prazo e identifica pontos de conflito específicos.

2. Gerar ideias

Esta fase trata do tema principal: quais são algumas soluções possíveis para o problema? Recomendamos analisar seus concorrentes em busca de inspiração para esta fase. 

3. Decidir

Até o momento, sua equipe esteve focada em gerar ideias, e agora é hora de avaliá-las. Nesta fase, sua equipe escolherá qual solução será adotada e implementada.

4. Criar um protótipo

Depois de definir a solução, é hora de desenvolvê-la. Ou, pelo menos, criar um protótipo. (Será necessário mais de um dia para realmente desenvolver e implementá-lo!) Nesta fase, você vai elaborar storyboards (esboço sequencial) e protótipos mais aprimorados. 

5. Testar

A melhor forma de testar sua solução é direto com o cliente. Na quinta e última fase de um design sprint, você apresentará seu protótipo a clientes reais e registrará suas opiniões. 

Como é o design sprint no Lucidspark?

Ao explicarmos os processos do Lucidspark que a nossa equipe de produtos usa para fazer design sprint, lembre-se: cada design sprint é diferente. As etapas são as mesmas para todos os sprints, mas os procedimentos e processos específicos de cada etapa diferem de acordo com a equipe e empresa. Esperamos que você possa aprender algo com a experiência da nossa equipe, seja seguindo esses passos ou simplesmente se inspirando para usar o Lucidspark!

Fase 1: Entender

Antes de iniciar seu sprint, faça uma visão geral. Nossa equipe usa o Painel de notas no Lucidspark para tal, e lá você pode anotar detalhes sobre o sprint e elaborar um resumo e cronograma. Dessa forma, se alguém entrar no projeto no meio do caminho, ela ou ele pode rapidamente se inteirar. 

Em seguida, vêm as primeiras tarefas efetivas do sprint: faça um brainstorming das metas de longo prazo e perguntas do sprint. Para tal, nossa equipe adiciona contêineres ao mural. No contêiner rotulado, “Quais são as nossas metas de longo prazo?”, os membros da equipe usam notas adesivas para registrar suas ideias. Em outro contêiner, eles anotam perguntas que ajudarão a direcionar o design sprint.

design sprint

Em seguida, a equipe mapeia a experiência do usuário atual usando, é claro, notas adesivas. Essas notas são conectadas por setas para representar a jornada do usuário. Uma representação visual no seu mural do Lucidspark facilita identificar e rotular pontos de conflito.

 

design sprint

Fase 2: Gerar ideias

Para encontrar a melhor solução possível, é fundamental definir o problema corretamente. Para definir “o problema”, nossa equipe usa o exercício chamado “como podemos?”. O processo é simples: cada membro da equipe escreve uma pergunta que começa com “como podemos” em uma nota adesiva no mural do Lucidspark (p. ex.: “Como podemos criar modelos mais intuitivos?”). 

Em seguida, o líder da reunião junta perguntas semelhantes e os participantes votam em suas favoritas por meio do recurso de votação do Lucidspark. Depois de filtrar as opções, você só precisa escolher a pergunta que melhor representa o problema em questão. O objetivo do sprint é responder a essa pergunta.

design sprint

Nem todas as ideias serão 100% originais, e tudo bem! Para começar a gerar suas próprias ideias, nossa equipe fez um exercício em que cada indivíduo apresenta suas ideias para todos. Primeiro, a equipe elabora uma lista dos concorrentes da empresa com dificuldades semelhantes (registradas em notas adesivas e organizadas em um contêiner, é claro). Em seguida, cada membro da equipe escolhe um concorrente e faz uma análise: como eles lidam com esse problema? 

 

Cada membro da equipe registra suas ideias em um contêiner rotulado com o nome do membro. Esse documento pode incluir notas adesivas que descrevem determinados recursos, ou até mesmo capturas de tela do produto do concorrente. 

design sprint

Fase 3: Decidir

As notas adesivas das apresentações individuais são agrupadas com o recurso de agrupamento instantâneo. Nossa equipe usou cores para classificá-las e, em seguida, categorizou-as manualmente de acordo com seu tema. Você também pode usar marcadores para adicionar temas diretamente às notas adesivas para agilizar a categorização. 

Em seguida, as partes interessadas usam reações com emojis e o recurso de votação do Lucidspark para escolher as melhores soluções. No final do processo, estará bem claro qual solução (ou soluções) será priorizada. 

design sprint

Fase 4: Criar um protótipo

Depois de definir as soluções que serão implementadas, nossa equipe começa a fazer um storyboard. Primeiro, ela cria storyboards para demonstrar a história do usuário como ela está no momento. É como um esqueleto, contendo notas adesivas para mostrar onde os novos recursos serão implementados na história do usuário. 

design sprint

design sprint

 

Em seguida, nossa equipe cria protótipos básicos no Lucidspark. 

 

design sprint

O Lucidspark não foi feito para criar protótipos aprimorados. Portanto, conforme o andamento do processo de prototipagem, talvez você precise de outra ferramenta para concluir o trabalho, e o recurso de importação do Lucidspark para o Lucidchart é perfeito para tal! No Lucidchart, você pode criar protótipos interativos mais detalhados.

 

Fase 5: Testar

Cabe a você como testará seus projetos, mas recomendamos usar clientes reais. Se você já importou seu mural do Lucidspark para o Lucidchart, é muito fácil conectar clientes ao seu protótipo. Você pode compartilhar seu documento com o modo de apresentação, permitir que eles cliquem em protótipos interativos e muito mais, tudo dentro do Lucidchart!

Como já dissemos, cada design sprint é diferente. O seu não terá a mesma aparência do sprint da nossa equipe. Dito isso, não importa quem você é, a verdade é a seguinte: o Lucidspark ajuda a reunir sua equipe para fazer sprints, seja presencialmente no escritório ou trabalhando de casa.

illustration of people working together

Agora é sua vez! Faça seu próprio design sprint no Lucidspark hoje mesmo.

Iniciar

Planeje seu design sprint no Lucidspark.

Cadastre-se já

Bastante acessado

Zoom’s Lucidspark Zoom App integration

Colaboração aprimorada do Lucidspark com o Zoom

Sobre o Lucidspark

O Lucidspark é um quadro branco virtual que ajuda você e sua equipe a colaborar e colocar em prática as suas melhores ideias. Ele vem com todas as notas adesivas, ferramentas de desenho à mão livre e espaço infinito na tela de desenho de que você precisa para registrar e desenvolver ideias. E ele foi criado especificamente para a colaboração. É um espaço de trabalho onde sua equipe pode discutir ideias e inovar junta em tempo real.

Produzido pelos criadores do Lucidchart, a plataforma utilizada por milhões de usuários em todo o mundo, incluindo 99% das empresas da Fortune 500.

Português
EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañolNederlandsPусскийItaliano
PrivacidadeJurídico
© 2021 Lucid Software Inc.