equipes de alto desempenho

Como usar a árvore de alto desempenho de Lyssa Adkins no desenvolvimento de equipes de alta performance

Reading time: about 6 min

Há cerca de uma década, Lyssa Adkins ajuda empresas a criar equipes de alto desempenho — mas quando ela passou a treinar diversos grupos que pareciam estagnados, ela percebeu que havia algo errado. As equipes não estavam necessariamente falhando, mas pareciam não ter motivação, autonomia e um senso de propósito. 

Adkins então tentou encontrar um novo modelo que pudesse ajudar as equipes de alto desempenho a deslanchar e encontrar um caminho mais significativo e centrado.

Havia muitos modelos disponíveis, como o modelo Drexler/Sibbet, que ajuda as equipes a identificar quem, o quê, por que e como de uma tarefa, e o modelo de Tuckman, que permite monitorar o processo um tanto turbulento de criar uma equipe centrada em um projeto e visão comuns. 

Mas, ao avaliar o problema, Adkins percebeu que suas equipes não precisavam de um modelo ou de um sistema rigoroso que mostrasse como utilizar e finalizar um processo. Para realmente atingir um alto desempenho, ela precisava de algo mais flexível e sutil — uma forma de pensar que incorporasse a complexidade de colaboração, esforços, fracassos e sucessos, e inspirasse as equipes, sem um passo a passo rigoroso. 

Adkins percebeu que do que realmente precisavam era uma metáfora.

Assista a este webinar para saber mais sobre como Lyssa treinou equipes de alto desempenho a atingir uma alta performance em seus trabalhos.

Assista ao webinar

A vantagem das metáforas sobre os modelos

No recente webinar de Adkins, ela compartilhou sua nova metáfora, bem como um modelo baseado na metáfora que ela projetou para ajudar as equipes a avaliar seus últimos trabalhos e descobrir como ter um desempenho melhor e mais gratificante daqui para frente. 

Como adoradora de árvores, Adkins imediatamente simpatizou com uma metáfora de árvore. Uma árvore produz algo, como flores, frutas ou castanhas/nozes etc., e essas frutas são alimentadas e nutridas pelas suas raízes, apoiadas pelo tronco e protegidas pelas folhas.

Adkins notou que o objetivo das equipes de alto desempenho não deveria ser apenas produzir algo — e as devidas retrospectivas de projetos não deveriam depender de modelos criados exclusivamente para tal. Assim como uma árvore, as equipes devem se alimentar de processos baseados em valores comuns, nutridos pela colaboração e aprendizagem e apoiados por trabalhos gratificantes e que representam os ideais do ser humano. 

Ou seja, as equipes de alto desempenho não deveriam focar somente em produtos, e sim em processos e pessoas também. O alto desempenho não é um objetivo final, ou algo para atingir, avaliar e replicar. É uma jornada que envolve tomar decisões, assumir riscos e aprender com as experiências e, no final das contas, realizar projetos dos quais todos se beneficiam.

Adkins precisava de uma metáfora que comunicasse esse processo corretamente, e ela também queria algo visual que ajudasse as pessoas e equipes a pensar sobre seus trabalhos do passado, destravar processos e seguir caminhos novos e interessantes. 

E assim surgiu a árvore de alto desempenho de Lyssa Adkins, sendo uma forma de pensar sobre como as equipes podem trabalhar melhor juntas, e um modelo para avaliar e aprender com projetos anteriores.

Como usar o modelo de árvore no desenvolvimento de equipes de alto desempenho

Segundo Adkins, a árvore é uma metáfora visual da forma como as equipes de alto desempenho são organizadas. Nessa metáfora, as raízes da árvore representam os valores das equipes, ou seja, onde elas obtêm a força e os princípios que as nutrem em momentos de dificuldade e também de criatividade. 

O tronco da árvore cresce a partir desses valores e apoia os trabalhos realizados. As folhas representam os resultados da colaboração baseada nos valores. Por fim, as frutas são os produtos de toda essa colaboração, do trabalho e dos valores. 

Assim como a árvore não consegue produzir frutas sozinha, uma equipe de alto desempenho não consegue criar produtos ou recursos do nada e sem um propósito em comum. Um alto desempenho incorpora todo o processo de crescimento, esforços e criação de princípios compartilhados.

modelo de árvore de alto desempenho de lyssa adkins
Clique para personalizar este modelo online de árvore de alto desempenho.

Como um exemplo, Adkins compartilhou um modelo de árvore de alto desempenho que ela fez para uma de suas equipes: 

  • Raízes: nas raízes, a equipe inseriu valores como coragem, foco e transparência, apoiados por um tronco que representava comprometimento e respeito. 
  • Folhas: o resultado desses valores são as folhas, ou seja, as pessoas que foram inspiradas e nutridas pelos princípios da equipe e que colaboraram para concretizar os projetos. Os valores colaborativos identificados pelas equipes são a auto-organização, confiança e crítica construtiva. 
  • Frutas: por fim, as frutas do projeto são os resultados da colaboração baseada nos valores. Isso inclui o próprio produto, e também o crescimento dos membros da equipe, o valor geral da empresa e o fato de que a equipe é capaz de realizar tudo que ela deseja.

Adkins falou sobre uma equipe que estava passando por dificuldades depois de saber que todo seu trabalho árduo não resultaria em um produto final. As pessoas poderiam ter ficado rapidamente desanimadas e com bastante ressentimento. Mas, em vez disso, um membro da equipe olhou para o modelo de árvore pendurado na parede e percebeu que a equipe, na verdade, estava enfrentando ventos fortes, mas que se dobrassem em vez de quebrarem, poderiam resistir a qualquer contratempo. 

Por meio da versatilidade de uma metáfora, a equipe obteve uma nova perspectiva de sua situação e pôde vislumbrar oportunidades em um momento de muitas incertezas. Isso permitiu compreender que o contratempo foi apenas um momento isolado de uma longa jornada — não apenas em relação ao projeto em si, mas ao crescimento e à felicidade da própria equipe. E, consequentemente, puderam retomar os trabalhos com ânimo para criar produtos ainda melhores.

Como usar o modelo para avaliar e aprimorar as equipes

A árvore de alto desempenho pode ser usada em reuniões pós-fim de projetos fracassados, e de uma maneira flexível, adaptável e ágil para avaliar a experiência recente, encontrar novas perspectivas e ajudar os membros da equipe a descobrirem aprendizados que poderão ser incorporados em uma nova experiência. 

O modelo permite aos líderes da equipe desenvolverem um plano de facilitação retrospectiva, onde as etapas da reunião — seja receber as pessoas e lembrá-las das principais diretrizes do projeto ou coletar informações sobre o que realizaram e o que desejam aprimorar — correspondem aos itens numerados de conteúdo no modelo. 

Ao falar sobre essas questões e etapas, a equipe poderá criar sua própria árvore de alto desempenho, adicionando seus valores às raízes; suas prioridades e seus compromissos de colaboração para a equipe às folhas; e os resultados esperados próximo às frutas. 

Esse modelo ajuda as equipes a avaliar seus trabalhos anteriores, aprimorar seus trabalhos para o futuro e criar um guia visual que inspira a equipe a sacudir a poeira e seguir um caminho fundamentado em uma visão única e valores de colaboração e comunicação bem definidos. E o fato de poder visualizar um alto desempenho por meio do modelo de árvore oferece um ambiente confortável para as pessoas conversarem sobre seus fracassos e as ideias que desejam realizar com e para sua equipe.

Assista a este webinar para saber mais sobre como Lyssa treinou equipes Ágil a atingir um alto desempenho em seus trabalhos.

Assista ao webinar

Assista a este webinar para saber mais sobre como Lyssa treinou equipes Ágil a atingir um alto desempenho em seus trabalhos.

Assista ao webinar

Sign up to get the latest Lucidspark updates and tips delivered to your inbox once a month.

Subscribe to our newsletter

About Lucidspark

Lucidspark is a virtual whiteboard that helps you and your team collaborate to bring the best ideas to light. It comes packed with all of the sticky notes, freehand drawing tools, and infinite canvas space you need to capture that next big idea. And it’s built for collaboration. Think of it like a sandbox where your team can bounce ideas around and innovate together in real time.

Brought to you by the makers of Lucidchart, trusted by millions of users worldwide, including 99% of the Fortune 500.

PrivacyLegalCookies

© 2022 Lucid Software Inc.